quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

CLAUDIO LOUREIRO - UM RIO


Claudio Loureiro, psicoterapeuta, compositor e cantor de São Paulo capital, lançou em 2015 seu primeiro CD-"Madeira" já postado aqui no blog. Neste trabalho suas composições trouxeram fortes influências da música regional de raiz dentro dos estilos caipira, do xote, da guarânia e do afoxé, ritmos que estão presentes nas onze canções deste trabalho. Loureiro agora esta lançando o seu segundo CD -"um rio"- com participações vocais do Grupo Vozeiral, da cantora Ritamaria, Cezinha Oliveira e Joarez Penna. Neste trabalho o tema do rio é o conceito que atravessa a narrativa de forma direta e indireta as 10 canções do Cd.

Otimo disco !!!
Se vc gostou adquiri o original, valorize a obra do artista.
Download
TERRA BRASILIS 

GRAZI NERVEGNA - ANAMBÉ

"Anambé" é o primeiro trabalho da cantora e compositora paulistana Grazi Nervegna. Sua obra é marcada por uma profunda delicadeza e, ao mesmo tempo, por uma grande força que irrompe de sua poesia e musicalidade. O disco é um voo que a voz de Grazi Nervegna faz ao som da viola e das flautas feitas com tubos rústicos. Um voo ora rasante e rascante, ora amplo e lírico. O CD, que foi dirigido por Consuelo de Paula, conta com a sonoridade dos multi instrumentistas João Arruda e Carlinhos Ferreira, além da participação especial de Levi Ramiro.

Se vc gostou adquiri o original, valorize a obra do artista.
Download
TERRA BRASILIS

TÂNIA GRINBERG - NA PALETA DO PINTOR

Sobre
Sou cantora, compositora, escritora, atriz e educadora.
Fiz bacharelado em Artes Cênicas na Unicamp e em música, na Faculdade Santa Marcelina, em São Paulo.
Fiz pós graduação em Canção Popular - produção, criação e performance, também na Faculdade Santa Marcelina.
Tenho vários projetos de música: o cd Gota onde nada o peixe, de canções autorais; o cd Na paleta do pintor, de canções autorais e de outros compositores brasileiros; o grupo Azdi de música klezmer - judaica.
Lancei um livro infantil de contos e poesias, Balada dos bichos. E compus 4 canções a partir das poesias do livro.
Criei e ministro a oficina "Minha mãe canta pra mim desde a barriga e eu gosto", de canto e canções para mães com bebês pequenos. Em diversos espaços pela cidade de São Paulo.
Fui professora de Expressão Vocal no curso de teatro da Universidade Anhembi Morumbi, de 2015 a 2018.
Dou aulas particulares de canto.
Como atriz, fiz muito teatro de rua, teatro de bonecos - sempre cantando, compondo e atuando - e, atualmente, tenho um projeto de peça infantil chamado "Cartas ao Vento".  Escrevi o texto, compus as músicas e atuo como atriz e cantora.

Mais sobre Tania Grinberg
Tânia Grinberg percorreu muitos caminhos até chegar ao álbum e espetáculo Na Paleta do Pintor. Cantora e poeta desde sempre, ela formou-se em Artes Cênicas pela Unicamp e trabalhou com o grupo do Santo de Teatro de Rua. Dona de uma bela voz de soprano, estudou canto com a cantora Consuelo de Paula e Cecília Valentim, que estimularam a aluna a seguir carreira musical. Apaixonada pela pesquisa de repertórios de diferentes culturas, Tânia atua também como vocalista do grupo de música judaica e cigana Azdi. Contato: (11)8245 2818 www.taniagrinberg.com.br

Sobre o disco.
Quando a rua canta, ela o faz com espontaneidade sem respeitar as fronteiras com que estamos acostumados. Nem sequer as palavras que conhecemos necessitam ser repetidas. Aliás, por que repetir quando podemos criar algo novo e que misture um pouco de tudo aquilo que gostamos e nos soa familiar? Se todo este conceito pode parecer paradoxal,  seja bem vindo à rua cantalorante  e à casa aconchegante de Tânia Grinberg.

O CD “Na Paleta do Pintor” de Tânia Grinberg traz a encruzilhada de influências que uma brasileira de origem multi-cultural aprendeu em casa e soube misturar com aquilo que aprendeu na rua, e tornou-se a sua própria identidade. Como em uma paleta, as tintas escorrem umas sobre as outras e são destas misturas que nascem as pinturas que expressam nossos sentimentos.

Na faixa “Manicure” de própria autoria, Tânia esquece o Português e distorce os sons das palavras para descrever aquilo que não conhecemos, mas está bem na nossa frente. É a criança que começa a perceber que o mundo exterior é diferente do seu, mas ainda o faz com doçura . Na faixa “A mesma Rosa Amarela”, a dramaticidade do Sax mostra a dor da boêmia, em que todos estamos desamparados e buscando nosso lugar ao sol. Como diz outra faixa do CD: “Todo mundo amadurece.” Na faixa “Ergets Shtil” em ídiche, o som da casa fala mais alto, lembrando os dizeres de uma avó terna ensinando os segredos da vida para seus netos, após ter sobrevivido a dor da imigração de uma terra distante. Na faixa “O Desejo” também de própria autoria, Tânia mostra que entendeu a mensagem dos seus ancentrais e canta novamente com doçura: “Minha avó sentiu, minha mãe sentiu e eu sinto”. Na faixa que dá nome ao CD, Tânia fala sobre seu futuro e diz ao que veio: ela quer voar, sonhar e tocar lindas melodias do seu vilarejo para o mundo.

Para contar a sua história, Tânia Grinberg conta com belos arranjos e com um instrumental primoroso, que dá um toque intimista, uma conversa ao pé do ouvido para quem quiser escutar os segredos da sua rua e da sua casa.

Ficha técnica:
Tânia Grinberg – voz, acordeon e kazoo
Sérgio Leoni – violão e viola caipira
Itamar Pereira – baixo acústico
Leonardo Padovani – viola e violino
Participações especiais no cd: Renato Braz, Carlos Malta e Paula Ferrão
Arranjos de Ricardo Zóhyo, Sérgio Leoni e Itamar Pereira
Produção musical – Ricardo Zóhyo

Se vc gostou adquiri o original valorize a obra do artista.
Download
TERRA BRASILIS
 

ORQUESTRA DE VIOLEIROS DA TERRA DA UVA E CONVIDADOS AO VIVO (EXCL. T. B )




A Orquestra de Violeiros Terra da Uva é a mais nova Orquestra de Viola Caipira de Jundiaí. É formada atualmente por 29 músicos, sendo eles violeiros e baixista. Sob a regência de Daniel Franciscão, (violeiro com disco solo postado já aqui no blog) a Orquestra preza pela qualidade musical e arranjos diferenciados.
Disco muito bom mesmo foi gravado ao vivo com participações de dois violeiros mineiros João Araújo (viola urbana) e Rodrigo Delage.

História
A Orquestra de Violeiros Terra da Uva foi fundada em Agosto de 2011, pelo professor e violeiro Daniel Franciscão, que já esteve a frente de outros projetos envolvendo a Viola Caipira em Jundiaí. O nome da Orquestra é uma homenagem a cidade por ser nacionalmente reconhecida pela produção de uva e vinho.
O lançamento oficial do grupo aconteceu no Teatro Polytheama em maio de 2012, e teve participação de diversos violeiros e cantadores da região, além de reverter a renda do show para a Associação Bem-te-vi.
A Orquestra apesar de ser nova, já conquistou prêmios e ganhou destaque em programas de TV. Em 2012 foi marcante a participação que o grupo fez juntamente com o coral Cia. Canto Vivo no canal ESPN Brasil, tocando um arranjo próprio do Hino da UEFA Champions League, nas cordas da viola caipira.
Em 2013, foi uma das homenageadas pelo Prêmio Rozini de Excelência em Viola Caipira, ficando entre as três melhores orquestras de viola do país. No mesmo ano, foi uma das premiadas em um projeto da Sennheiser, chamado Mapa da Música Brasileira.
2015 foi um ano importante para a Orquestra, pois foi contemplada com o Prêmio de Estímulo a Cultura da Prefeitura Municipal de Jundiaí, com o projeto de gravar seu segundo DVD, que contou com a participação dos artistas João Araújo e Rodrigo Delage. Também nesse ano, gravou seu primeiro videoclipe, e ainda participou do aclamado Festival de Viola e Gastronomia de Piacatuba, em Minas Gerais.
As conquistas continuaram no ano seguinte: em Junho, a Orquestra fez apresentação no novo SESC Jundiaí, um belíssimo e importante espaço de cultura e lazer. Em setembro foi ao ar uma matéria no   SBT, onde a Orquestra tocou ao lado de Marcelo Costa e Sérgio Reis.
Sempre buscando se aperfeiçoar e renovar o repertório, a Orquestra busca levar a Viola Caipira e seu cancioneiro para onde puder, sempre com uma proposta diferente, e ao mesmo tempo honrando as tradições interioranas.
Daniel franciscão professor e regente
                                                  

Shows 
O espetáculo tem por objetivo divulgar a viola caipira brasileira de 10 cordas, e mostrar sua versatilidade enquanto instrumento musical, através de um repertório eclético e de qualidade, composto por canções tradicionais do cancioneiro caipira, como: O  Menino Da Porteira, Saudade de minha terra, Moreninha Linda, passeando pela musica popular brasileira com DisparadaViola Enluarada, Romaria até chegar no campo da musica erudita com Ave Maria de  J.S. Bach, O Trenzinho Caipira de H. Villa Lobos e Tema da Vitória de Eduardo Souto Neto.
Desde o início de suas atividades, a Orquestra de Violeiros Terra da Uva já coleciona uma extensa agenda de shows, tendo se apresentado em várias festas municipais de Jundiaí e de varias cidades do interior de São Paulo, também em eventos privados, instituições de ensino, auditório de faculdades e programas de TV,  sempre com sucesso de público.
Ensaios
Os ensaios da Orquestras acontecem na sede do Clube Do Carro antigo de Jundiaí, todas as segundas-feiras das 20h às 22h, na Av. União dos Ferroviários, 3316 – Vila Arens – Jundiaí-SP.  O ensaio da Orquestra é aberto para quem quiser vir assistir! Faça-nos uma visita!
No mesmo local, funciona também a Escola de Viola Caipira Daniel Franciscão, de terças feiras das 19h às 22h. As aulas do instrumento são ministradas pelo professor Daniel Franciscão, e um de seus objetivos é  formar violeiros para ingressarem na Orquestra, mas também é possível aprender na escola sem participar da mesma.
Ensaio da Orquestra no Clube do Carro Antigo
Serviço
Maiores Informações sobre a Orquestra de Violeiros Terra da Uva e também sobre aulas de Viola Caipira podem ser obtidas nos tels. (11) 4584-2747 e (11) 9776-2827 com Daniel Franciscão.

Se vc gostou adquiri o original, valorize a obra do artista.
https://ovtu.com.br/
 
Download

quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

ANA PERSON - O MELHOR DE ANA PERSON ( EXCL. T. B )

 
"É cantando que a gente aprende, aprendizado este em outro nível, imensurável talvez. A música é imaterial, mas entra pelos poros, levanta os pelos, passeia pelos labirintos da alma, abre portas da auto estima, janelas do auto conhecimento e também sai em expressividade única, não deixando igual, porém, cada lugar por onde passou."
Natural de Marília - SP  atualmente morando em Valinhos a educadora
cantora, compositora e violonista Ana Person acredita que a arte é um instrumento de conexão entre os diversos setores da comunidades, que pode despertar as qualidades necessárias para um mundo melhor. Por isso desde 2008 vem trabalhando com músicas relacionadas aos quatro princípios da Carta da Terra.
Fiz uma excelente coletânea dos dois discos de Ana Person  e quem se interessar pelo seu trabalho adquira o original, valorize  a obra da artista.
Facebook/Ana Person

Spotify

Download

TERRA BRASILIS

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

MUSICULTURARTE - CADERNO PEDAGOGICO

Meus caros.
Por um deslize achei que tinha anexado o arquivo pedagógico ao disco Musiculturarte,
porem na hora de fazer upload passou despercebido.
Estou fazendo somente a postagem do caderno pedagógico, quem tiver interesse na área é de muito valor educacional.
Download  (3,9 mb)
TERRA BRASILIS

sábado, 1 de dezembro de 2018

MARCOS CÔCO - MINHA CASA (EXCL.T.B )

O compositor e cantor Marcos Côco ex. Moxuara lançou no final de 2017 seu primeiro CD.
O disco de 11 faixas  teve as participações especiais do músico Edivan Freitas, com a canção “Casa e Jardim”, e do poeta Gilson Soares e Evando com “Viola Vespertina”. “Este meu primeiro disco faz referência a uma temática romântica mas sem deixar de lado aspectos e ideia de uma vida mais pautada na simplicidade, próxima da natureza”, resume o artista.
O compositor, arranjador e intérprete, tem forte influência da MPB. Ele começou sua carreira aos 17 anos, cantando e tocando no circuito noturno de bares da Grande Vitória, em especial os de Cariacica.
Em meados de 1994 foi convidado à integrar o Grupo Moxuara. Com o Grupo consolidou seu nome como compositor, arranjador e intérprete na cena musical capixaba. Com o Grupo gravou quatro CDs e fez participação especial no quinto CD lançado em setembro de 2011 "A aventura". Além disso, participou de diversos festivais sendo premiado em várias categorias.
" Marcos Côco me emocionou nesse seu primeiro trabalho solo! Quanta musicalidade, poesia e interpretação num só espaço! Ouvir Marcos Côco é sentir soprar o vento na Serra do Caparaó, sentir o sabor de uma autêntica moqueca capixaba e, sobretudo, ter esperança em dias melhores na música brasileira! Dentro do espaço que humildimente ocupo na história da música brasileira ao lado da Banda de Pau e Corda, posso dizer que Marcos Côco me representa!"
 Sérgio Andrade Banda de Pau e Corda

Se vc gostou adquiri o original, valorize a obra do artista.
Download
TERRA BRASILIS